Eu mudo e a Roupa também

por Carol Camocardi


Você já parou para pensar quanta experiência uma roupa antiga carrega?


Não falo apenas sobre energias, porque isso é fácil neutralizar. Falo sobre histórias que ela fez parte.



Foto Juliana Mengarda 

Cada roupa tem uma história e ela pode nos contar.


Vou dar um exemplo:


Comprei esse vestido em 2014. Antes que perguntem, ele ainda está comigo e anda no meu corpo acumulando histórias.


Ele já foi morar na Ásia, já visitou Bali, Borobudur, Gili Air, Tailândia, Filipinas, Malásia além do litoral paulista e carioca.


Já usei ele em inúmeras praias, mas também para trabalhar em gravações (acredite se quiser e a prova está no meu Instagram em uma fotos que estava arrumando o Angelo Paes Leme para a divulgação do álbum dele NU, lançado em 2016.


Ele esteve comigo quando anunciei os 6 meses que fiquei sem comprar em 2017 e em vários vídeos que postei.


Tudo isso para dizer que ele já passou por poucas e boas. Acumulou experiências, risadas, amizades e muitos momentos únicos.


Cada vez que eu uso, ele já não é o mesmo, já mudou um pouquinho. Está mais experiente e com mais propriedade em ser ele mesmo.

Como nós, com o tempo, há rugas das linhas soltas e pequenas manchas fazem parte do caminhar que contam lindas historias sobre minha vida.


Como ele eu também mudei.




Quando olho a foto em Borobudur na Indonésia em 2015 lembro que era uma mulher que hoje quase nem reconheço rs. Quase uma menina que mal sabia que após aqueles dias a vida reservaria um grande amadurecimento.


E a cada foto que observo meu vestido vermelho, percebo que juntos fomos aliados nesse amadurecimento que é viver.


Convido você a procurar uma peça e ouvir que historia ela pode te contar sobre você mesma.


Te convido para se conhecer em uma aula gratuita do Curso on-line de Consultoria de Imagem.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo