Você sabe qual cor te valoriza?

por Carol Camocardi



Há cores que nos valorizam e há aquelas que não nos favorecem.


O que quero dizer com isso?


Você já ouviu: “nossa você parece cansada” quando não estava se sentindo assim. Ou “você está linda hoje, o que fez de diferente?” e você não fez nada, apenas usou a blusinha que estava guardada.


Tudo isso acontece por causa das CORES.


Vamos a uma rápida explicação.


Cada ser tem um conjunto de cores que harmonizam entre si, que são as cores do cabelo, dos pelos, na pele, das veias, do sangue, das manchas, pintas e sardas, dos dentes, olhos... enfim, de cada pedacinho nosso, inclusive as olheiras.


Já parou para pensar que somos a mistura de muitas cores? Uma verdadeira cartela de cores ambulante perambulando por aí. E como fica quando nos deparamos com uma outra cor ou muitas cores?


Bom, como tudo na vida, nos relacionamos com elas. Porém há relacionamentos harmônicos que casam perfeitamente e também os encontros desconfortáveis que exigem trabalho.

Toda cor reflete luz e essa luminosidade chega até nós com as nossas cores individuais.


As peças de roupas e acessórios, principalmente as usadas na parte superior conversam com as cores do nosso rosto.


Algumas são amigas e batem o maior papo. Percebemos isso quando ouvimos “você está linda hoje, o que fez de diferente?”


São as cores escondendo manchas, olheiras, trazendo brilho e luminosidade à nossa pele. Com algumas até parecemos maquiadas, com pele preparada, blush e batom.

Já quando ouvimos “você parece cansada” pode ser algum mal encontro de coloração. Porque há também as cores que mostram mais as olheiras, destacam rugas, expressões fortes e envelhecem.


Isso acontece inclusive com a cor da tintura do cabelo.


E para descobrir mais sobre as cores e quais te valorizam, tenho um curso totalmente on-line de Coloração Pessoal, confira a aula gratuita.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo