Como ter um armário saudável?

por Carol Camocardi


70% de peças que realmente usa diariamente

20% de peças investimento

10% de peças afetivas


Esta é a conta de um armário saudável





70%

devem ser roupas que você realmente usa.

Lembre-se que nesse momento é você com você, então qualquer desculpa você está se auto enganando, ok?

20%

peças de investimento são aquelas peças que você usa menos, porém são atemporais (que não seguem uma moda passageira), com alta qualidade (que irá durar por muito tempo) e geralmente são mais caras.

São investimentos mesmo, pois muitas dessas peças passarão uma vida com você.

Aqui entram as joias, casaco de frio (aquele ótimo e quente que você precisa de um), a bolsa dos sonhos (que você pode ter uma para usar em momentos chaves) e por aí vai. Lembre-se são apenas 20% e você tem que usar essas peças de tempos em tempos, ok?


10%

peças afetivas que são aquelas com apego emocional que nosso coração não deixa ir embora. Aqui são as peças que vamos guardar no armário, porém não usamos ou usamos raramente.

Aqui entram as memórias afetivas em presentes, peças que eram de alguém que já não está conosco, peças de família, peças adquiridas em viagens e peças que marcam um momento da vida.

Importante não ultrapassar 10% do armário, pois esse montinho deve ser pequeno, já que ficará ali parado.


Caso tenha dificuldade em fazer o Detox tem alguns posts que podem te ajudar: Armário é a casa da roupa; Quem guarda tem ou quem guarda acumula?


E assista aula gratuita sobre biotipos do Curso on-line de Consultoria de Imagem e passe a se conhecer melhor.



5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo